21/12/2006

A Novela das Penhoras - Ou a maneira mais simples de apanhar dois mentirosos







O Presidente do Varzim, Lopes de Castro, veio a terreiro insurgir-se contra o facto das finanças terem penhorado as verbas do jogo que estariam para ser atribuídas ao Clube.
E para espanto geral, o senhor Lopes de Castro, veio pedir um regime especial para os devedores ao fisco; Então e as pequenas e médias empresas do Concelho da Povoa de Varzim que também têem dividas para com o fisco?
Por acaso o também “ ilustre” varzinista Macedo Vieira já veio a terreiro defender essas pequenas e médias empresas? Não! Prefere defender as grandes, como o favor ao Quintas & Quintas para a construção nos terrenos da antiga fabrica.
Tenham vergonha e deixem-se de andar sistematicamente a enganar os poveiros e Varzinistas. Onde está o dinheiro adiantado pelos terrenos do Estádio?
Onde está o Dinheiro do patrocínio do Casino?
Onde está o Subsidio da Câmara?
Poderia continuar a perguntar pelos vários subsídios já atribuídos no tempo desta direcção e do montante da divida ao Fisco. A quem pretendem enganar?
Como é que pode o presidente do Varzim vir dizer que na próxima vai exigir os acordos no papel? Está a mentir senhor Lopes de Castro; As finanças não fazem acordos verbais.
Como já se disse em anteriores artigos VOLTA LUIS OLIVEIRA…ESTÁS PERDOADO.

Sem comentários: