30/01/2007

Cardeal patriarca: educação sexual deve pregar castidade


Cardeal patriarca: educação sexual deve pregar castidade


«... A doutrina da Igreja, a este respeito, baseia-se no princípio da fecundidade responsável e generosa, no quadro do ideal cristão da castidade, que desafia os cristãos a viverem a sua sexualidade como experiência de amor generoso, no quadro da família, potenciada com a graça própria do sacramento do matrimónio. » e mais à frente: «...São mandamentos diferentes na Lei de Deus: guardarás castidade é um mandamento, que é desafio para a vivência da própria sexualidade; ..........Em termos religiosos ou simplesmente culturais, não haverá verdadeira educação sexual se não abrir para a perspectiva da castidade, concebida como vivência generosa e responsável da própria sexualidade. » a solução que a igreja dá para a educação sexual é a não sexualidade.

Para o controlo da natalidade é a proibição do preservativo.

Ó sr. Cardeal, mas a igreja não perdoa quando os cristãos pecam?

Não se fica tudo por umas Salva-raínhas e pais-nossos?

A excepção à regra são as mulheres 'pecadoras' ?

essas têm de ser humilhadas, é isso?

Sem comentários: