18/04/2007

Dezenas de «skinheads» detidos pela PJ em mega-operação


Dezenas de elementos de extrema- direita foram hoje detidos pela Polícia Judiciária (PJ), alguns em flagrante delito na posse de armas, numa vasta operação que envolveu cerca de 60 buscas.
Os detidos, mais de 30 e suspeitos do crime de discriminação racial, estão neste momento na PJ para serem ouvidos e só quinta-feira deverão ser conduzidos a um juiz de instrução criminal.
Esta operação é liderada pela Direcção Central de Combate ao Banditismo (DCCB) da Polícia Judiciária.
Uma fonte policial do Norte do país referiu à Lusa que nesta região também ocorreram detenções.
As detenções tinham sido anteriormente confirmadas à Lusa pelo presidente do Partido Nacionalista Renovador (PNR), José Pinto Coelho, a três dias do encontro dos partidos europeus nacionalistas e organizações de extrema-direita, marcado para Lisboa.

Sem comentários: