11/04/2007

Mais um caso de Violência

A Noticia é do Jornal de Noticias e dá conta de mais um assalto violento na Póvoa de Varzim.
Assaltantes disparam para ameaçar condutor
Dois assaltantes armados com caçadeira efectuaram disparos para intimidar o condutor de um automóvel que acabou roubado, anteontem à noite, em Balasar, na Póvoa de Varzim. Foi mais um caso de "carjacking" (roubo violento de carros) registado na zona do Grande Porto.
O assalto ocorreu cerca das 23 horas, na altura em que a vítima seguia ao volante do seu Opel Astra, na Rua de Gestrins, na freguesia de Balasar. A dado momento, um Honda Civic cinzento, ocupado pelos dois indivíduos, atravessou-se à frente do veículo, interrompendo-lhe abruptamente a marcha.De seguida, os assaltantes, que aparentavam ter idades entre 20 e 25 anos, exibiram a caçadeira e efectuaram dois disparos para o ar, obrigando o automobilista a abandonar a viatura. Foi último passo para o roubo do Opel Astra, que não seria de um modelo recente. A dupla pôs-se imediatamente em fuga nos dois automóveis, desconhecendo-se se seguiu em direcção à Póvoa de Varzim ou a Vila Nova de Famalicão. Quanto ao Honda Civic, não foi possível apurar a respectiva matrícula, segundo uma fonte policial.
O caso de Balasar foi comunicado à GNR da Póvoa de Varzim, que deu o alerta geral às forças policiais para a localização dos assaltantes. A Polícia Judiciária do Porto ficou encarregue das investigações.Conforme o JN tem noticiado, o "carjacking" tem visado sobretudo viaturas de gama alta, das marcas Mercedes, Audi e BMW. No caso da Póvoa de Varzim, os assaltantes optaram por pôr em prática um dos métodos mais arrojados o de barrar o caminho da viatura que pretendiam roubar. Por norma, os roubos dos veículos têm ocorrido à porta das casas das vítimas.
Nuno Silva

1 comentário:

jessica disse...

olhem lá se algum dia fazem "carjacking" ao presidente...da camara claro...