27/05/2007

GREVE GERAL


Na próxima Quarta Feira é dia de luta nacional; É dia de Greve Geral.

Apesar das constantes tentativas de intimação dos trabalhadores por parte do governo que se diz de esquerda é importante que nós trabalhadores não nos esqueçamos que a crise não é para todos:


  1. O poder de compra dos trabalhadores caíu em Portugal no ano passado mais do que em cada um dos últimos 22 anos.

  2. Os rendimentos dos 20 % de portugueses mais ricos são 8,2 vezes superiores aos dos 20 % mais pobres. É o maior fosso da Europa.

  3. Quase tres milhões de portugueses vivem em risco de pobreza. Portugal é o país da União Europeia onde é mais dificil responder à pobreza.

  4. Os salários dos gestores de grandes empresas triplicaram nos últimos 5 anos.

  5. Só 51 % das empresas em Portugal declara lucros. A evasão fiscal mantem-se.

  6. Quase meio milhão de pessoas procura emprego mas não conseguem nada.

  7. Os trabalhadores precários ganham menos 26 % do que os efectivos.

  8. O subsídio de desemprego é agora mais dificil de conseguir, mais fácilo de perder e dura menos tempo.

  9. No trabalho temporário o governo fez uma lei á medida da barbaridade das empresas de trabalho temporario. Mais de 400 mil são explorados- não por um mas por dois patrões.

  10. A mobilidade especial na função publica é o real despedimento colectivo de milhares de funconarios publicos.

DIA 30 É PRECISO DEMONSTRAR O NOSSO DESCONTENTAMENTO AO GOVERNO.


DIA 30 DE MAIO PROTESTA!


DIA 30 DE MAIO NÃO VÁS TRABALHAR


¨¨ Todos os trabalhadores, sindicalizados ou não, efectivos ou não, têm o direito a fazer greve e estão abrangidos, pelo pré-aviso de greve. Conforme o artigo 603 do Código do Trabalho, " Proibição de discriminações devidas à greve", " é nulo e de nenhum efeito todo o acto que implique coacção, prejuiso ou discriminação sobre qualquer trabalhadorpor motivo de adesão ou não à greve".

Sem comentários: