06/05/2007

Na Opinião dos Técnicos foram dois jogos diferentes




O Varzim deslocou-se esta tarde ao terreno do Feirense, onde acabou por perder dois pontos, já que depois de estar a ganhar por dois a zero acabaria por consentir o empate. Mas para a historia fica uma vez mais o "S. Ricardo" que valeu ao Varzim no decorrer da primeira parte e ainda pela negativa o arbitro Helio Santos. Não que já não se soubesse da " categoria " deste arbitro de Lisboa, pelas constantes alterações na sua decisão, sempre que o assistente do lado da bancada se lembrava de descobrir aquilo que não via. No final e depois do Varzim marcar no cair do pano e de o golo ter sido invalidado, o sururu já no tunel de acesso acabaria por ser penalizador para o varzinista Nuno Rocha que seria expulso. Mas para espanto daqueles que assistiram á partida no Marcolino de Castro, surgiria na sala de imprensa o tecnico adjunto do Feirense que relatou a sua prespectiva de uma partida que não tinha acontecido. Diamantino Miranda atacaria o arbitro da partida " Eu não consigo perceber ...aquilo que o arbitro fez;... era tempo para o senhor Victor Pereira, arrume a casa e não mantenha estes arbitros, é uma vergonha, é uma imcompetencia, estes arbitros são fracos demais ...acabem com isto, acho que foi o arbitro que fez este resultado."



Jose Carlos o tecnico adjunto do feirense diria para espanto de todos que quem tinha sido prejudicado na partida tinha sido o Feirense " o Varzim praticamente foi três vezes á nossa baliza e fez dois golos, o resultado mais que justo era a vitoria do Feirense, e não tem qualquer tipo de justiça as declarações do treinador do Varzim, se há razões de queixa estas são do Feirense"



Palavras para quê? Por certo o treinador adjunto do Feirense estava numa outra partida que não aquela que se desenrolou no Marcolino de Castro.

Sem comentários: