11/07/2007

"O Varzim é candidato à subida" - Diz o Presidente Lopes de Castro




Retirado do site do Varzim, Lopes de Castro assume candidatura à subida



O plantel profissional do Varzim para a época 2007/2008 foi apresentado à Comunicação Social no hotel onde a equipa realizou o estágio de pré-época. Numa sessão ligeira e informal, os jornalistas estiveram em contacto com os atletas varzinistas e aproveitaram para, junto do treinador Diamantino Miranda e do presidente da Direcção, Lopes de Castro, conhecerem os objectivos da equipa poveira para a nova temporada...
Se por um lado, o técnico Diamantino Miranda adoptou um discurso cauteloso, afirmando que os objectivos da equipa passam por fazer o melhor que estiver ao seu alcance, sem apresentar o Varzim como candidato à subida de divisão, já Lopes de Castro assumiu uma posição confiante e optimista e, diante dos diferentes órgãos de comunicação social presentes, assumiu aquele que, há muito tempo, é o desejo da massa associativa alvinegra: “O Varzim é candidato à subida de divisão”.
Para Lopes de Castro, a transição de 17 jogadores do plantel da época transacta para o actual, confere ao grupo uma grande estabilidade, tendo havido para tal um grande investimento nas renovações de contratos, cujo mérito atribui a Diamantino Miranda.
O presidente do Varzim, afirma, por isso, que a aposta do Varzim está na continuidade do trabalho realizado na época passada, refutando contudo a ideia de que os poveiros partem em vantagem relativamente a algumas equipas. “Na Liga de Honra, pelo menos oito equipas vão dizer que vão subir de divisão. Tem sido sempre assim e, esta época, não vai fugir à regra. As vantagens surgirão às equipas que melhor trabalharem, que analisarem melhor os adversários, que fizerem melhor o seu trabalho de casa. São essas equipas que vão ganhar vantagem”, defende.
Quanto a expectativas para as demais competições, Lopes de Castro, está optimista: “Vamos ver até onde conseguimos ir na nova prova oficial, a Taça da Liga. Seria muito interessante fazermos um brilhete nessa competição, chegando o mais longe possível, o ideal seria chegarmos à 4ª ou 5ª eliminatória. Para além disso, vamos ver se repetimos a nossa prestação na Taça de Portugal. Mas, fundamentalmente, a nossa maior concentração vai para o campeonato”.
De acordo com o mesmo, o angolano Correia poderá ser o último reforço do Varzim. “Neste momento, aguardamos a chegada do Correia, que vem prestar provas durante duas semanas. Não se encontra ainda integrado no grupo, porque não conseguiu o visto em tempo útil. Chega à Póvoa este fim-de-semana. A contratação deste atleta, se for consumada, encerrará o plantel. Caso não se concretize, teremos que aguardar”, aclara.

1 comentário:

Anónimo disse...

Coitadinhos, em Dezembro já estarão a gemer com falta de dinheiro, a reclamar por salários em atraso e hoje dizem que são candidatos.
O Varzim não pode andar a viver ás custas da Povoa nem viver acimas das suas poucas capacidades.
O salraio que o dimanatino aufere é de 1º liga como poderá o Varzim pagar as suas obrigações quando tem sangusugas a mamar-lhe o sangue?