26/11/2007

MUITO ALTA TENSÃO


Por todo o país, vão aumentando os protestos contra as linhas de muito alta tensão, cujos riscos para a saúde não podem ser desprezados. A Rede Eléctrica Nacional (REN) continua a ignorar os apelos da população e as decisões desfavoráveis dos tribunais, recusando-se a enterrar as linhas, algumas das quais passam a poucas dezenas de metros das casas. O Esquerda.net dedica o dossier desta semana aos perigos, protestos e negócios em torno das linhas de muito alta tensão. Iniciamos com um artigo de André Beja que faz o ponto da situação das lutas populares contra o autismo e a sede de lucros da REN, cuja privatização é contestada por Jorge Vasconcelos, ex-presidente da Entidade reguladora da Energia. Em seguida, um estudo de cientistas internacionais publicado no mês de Agosto revela perigos para a saúde associados às linhas de muito alta tensão. Helena Carmo fala-nos da luta dos moradores de Sintra, que até já ganharam acções em tribunal. E porque esta é uma questão internacional, revelamos o ponto da situação na Catalunha, com um grande movimento social que já obteve algumas vitórias. Nada que demova os grande lobbies que continuam a controlar a maior parte dos estudos a fazer e a evitar. Finalmente, vídeos e sons de protesto contra a Alta Tensão, e as inicativas já tomadas pelo Bloco de Esquerda nesta matéria.

Sem comentários: