10/02/2008

Assinaturas contra reabilitação proposta para o Bolhão



Cerca de uma dezena de movimentos cívicos e uma organização partidária - a Juventude Socialista - manifestaram-se, ontem, à porta do Bolhão, contra o projecto de requalificação do mercado, a concretizar pela empresa holandesa TCN. Os movimentos estão a estudar a interposição de providências cautelares visando impedir o início das obras. Ontem, recolheram-se apoios para um abaixo-assinado a entregar na Assembleia da República e que conta com cerca de 14 mil assinaturas. Os vendedores, por seu lado, queixavam-se da falta de informações


Se também não está de acordo com o que está a acontecer, pode enviar e-mails/cartas de protesto à Câmara Municipal do Porto e ao IPPAR. Para tal encontra aqui um modelo de e-mail que poderá usar, embora o melhor seja escrever o seu próprio texto.

Deixamos também alguns sites onde se pode informar sobre esta causa:
http://manifestobol/hao.blogspot.com/
http://www.gaia/.org.pt


*Contactos*

_Câmara Municipal do Porto_
Presidente: Rui Rio
Praça General Humberto Delgado
4049-001 Porto
E-mail: geral@cm-porto.pt

_IPPAR – Instituto Português do Património Arquitectónico_
Presidente: Dr. Elísio Summavielle
Palácio Nacional da Ajuda
1349 - 021 Lisboa
E-mail: ippar@ippar.pt
_Delegação Regional do Porto_
Directora: Arq.ª Paula Araújo Pereira da Silva Casa de Ramalde Rua Igreja de Ramalde, nº 1
4149 - 011 Porto
E-mail: drp.ippar@ippar.pt

*Carta modelo*

Caro Rui Rio / Dr. Elísio Summavielle / Arq.ª Paula Araújo Pereira da Silva

Tendo conhecimento que o mercado do Bolhão está em riscos de desaparecer venho por este meio apelar à sua consciência para que tal não aconteça.
Este típico mercado da cidade do Porto, classificado como Património Nacional, tem vindo a resistir ao longo dos anos, sendo considerado a alma da cidade onde se podem ainda encontrar as típicas vendedeiras e as genuínas gentes do Porto.


Não quero que o Mercado seja entregue a uma empresa privada para o gerir durante 50 anos. O projecto da /TCN – Tramcrone / vai transformar o mercado tradicional em mais um centro comercial igual a muitos outros, sem nada de característico.

Quero viver numa cidade bonita, com edifícios com história e poder entrar neles e comprar legumes frescos e da nossa terra.


Nome:
BI:
Localidade:Data: , de Janeiro de 2008 --


Sem comentários: