22/02/2008

SEDES:critica governo



A SEDES é uma associção de carácter burguês, composta por grandes empresários, professores universtários e doutores e alguns deles já passaram pela área do poder, vem agora dizer que o país está atravessar uma fase díficil e uma crise demasiado longa.
Enquanto isto o governo de Sócrates diz que à exagero está tudo muito "bem".
O alerta da SEDES, só vem provar que os trabalhadores estão a ser explorados pelos governantes, pelos patrões e pelos políticos.
A SEDES diz também que não é contra o governo. Pudera! Mas os políticos podem ficar descansados que não vem aí nenhuma revolução, por que o povo encontra-se desunido e com desunião não se fazem revoluções. Enquanto o povo não tomar consciência que o actual regime encontra-se esgotado e é preciso uma alternativa que passe pela autogestão, autorganização e seja aprovado por todos, isto nunca vai funcionar, vamos ter os ricos cada vez mais ricos e os pobres sempre pobres e seremos sempre os mesmos explorados.

Sem comentários: