03/03/2008

Continua a Indignação


A indignação dos professores vai fazer ouvir-se de novo nas ruas. Será a vez dos professores de Vila do Conde e da Póvoa de Varzim expressarem a sua revolta contra as medidas do ministério.

O protesto está marcado para a Praça Vasco da Gama em Vila do Conde às 21:30 horas Entretanto, Valentim Loureiro ofereceu à ministra da Educação uma caravela em ouro, "para ultrapassar todas as dificuldades no alto mar em que está a viver".
"Quero felicitá-la pela sua capacidade de resistência. Muitos parabéns. Continue",
disse Valentim Loureiro no Pavilhão Multiusos de Gondomar, no encerramento do 33º Encontro Nacional da Confap. Maria de Lurdes Rodrigues, que também foi elogiada pelo presidente da Confap, ouviu ainda Valentim Loureiro declarar que todas as personalidades que visitam Gondomar "incluindo, como sabem, os árbitros, sempre levam uma recordação de Gondomar".
Vitalino Canas, porta-voz do PS, veio também defender a ministra, destacando o apoio que Maria de Lurdes Rodrigues tem recebido da parte da Confap, e sublinhando que a "a agenda da ministra é a agenda do governo e do PS."
O protesto dos professores tem vindo a multiplicar-se e desde 23 de Fevereiro já se manifestaram nas ruas mais de 20.000 professores. Os docentes contestam em particular a avaliação burocrática imposta pelo ministério e o novo modelo de gestão, que prevê a existência de um director não eleito e com poder para nomear todos os responsáveis de departamento.
Os protestos irão continuar nos próximos dias, estando marcadas concentrações na 3ª feira em Beja e Faro, na quarta feira em Vila do Conde, 5ª feira em Portimão e Sábado a Marcha da Indignação em Lisboa, onde os sindicatos prevêem a presença de mais de 25 mil professores.

Sem comentários: