28/03/2008

Jardim diz que Autarcas "dão corpo ao manifesto" pelas populações

O presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, disse hoje que os autarcas das juntas de freguesias "dão o corpo ao manifesto" pelas populações e "não estão na política para enriquecerem".

Ao falar na sessão de abertura do XI Congresso da Associação Nacional das Freguesias (ANAFRE), Alberto João Jardim elogiou o trabalho "dos homens que não aparecem nas primeiras páginas dos jornais".
"Temos, aqui, os homens que não estão na política em Portugal para enriquecerem, estão aqui os homens que dão corpo ao manifesto sem precisarem de dinheiro e apenas pelo amor pátrio",
declarou.
Aproveitando a presença de 1500 autarcas, João Jardim esclareceu que a Madeira não vive à custa dos contribuintes portugueses, tendo lembrado, a propósito, que a Região recebe do Orçamento de Estado cerca de 10 por cento e da União Europeia 13 por cento, num orçamento regional de três mil milhões de euros.
Disse haver "normas" em matéria de finanças regionais, "boas ou más, esta não é ocasião para discutir isso", pelo que "hoje isto (relações financeiras entre Região e Republica) não é aleatório"
Por isso, Alberto João Jardim declarou que "tudo o que se faz na Madeira é em Portugal que se faz e é por Portugal que se faz".
O congresso nacional da ANAFRE reúne até sábado na capital madeirense cerca de 1500 representantes das freguesias de todo o país.

Sem comentários: