05/12/2008

Espanha: Dois portugueses mortos no naufrágio de barco de pesca


Uma vez mais as Caxinas de luto

- Dois dos três pescadores mortos no naufrágio do barco de pesca "Rosamar" são portugueses, estando por identificar a terceira vítima mortal, disse hoje fonte do gabinete do secretário de Estado das Comunidades.
"Dois mortos são portugueses e o terceiro ainda não se conseguiu identificar", disse a fonte.
O barco de pesca "Rosamar" naufragou hoje a 24 milhas a norte de Burela, na costa da Galiza, com oito portugueses e cinco indonésios a bordo.
Até ao momento, as autoridades espanholas conseguiram resgatar cinco tripulantes com vida e registaram três mortos e cinco desaparecidos.
Dos tripulantes resgatados por um helicóptero do Governo Regional da Galiza, três são portugueses e dois são indonésios.
Contactado pela Agência Lusa, o armador do "Rosamar", Jesus Lavayel, disse não dispôr para já de qualquer informação oficial, estando neste momento a deslocar-se da localidade de Burela para a Corunha, onde espera obter dados sobre o naufrágio do navio, para depois informar as famílias das vítimas.
"Não sei de nada. O Salvamento Marítimo não me dá qualquer informação. Vou agora para a Corunha, onde devo chegar por voltas 16:00 (de Lisboa)", disse.
O responsável da empresa Pescarias LDA confirmou que a tripulação era composta por oito portugueses e cinco indonésios, escusando-se a avançar mais detalhes sobre os tripulantes.
As operações de busca dos tripulantes desaparecidos continuam, estando a ser utilizados um helicóptero, um avião, um rebocador e duas embarcações de intervenção rápida.
O barco de pesca "Rosamar" está registado na capitania do Porto de Leixões, mas é propriedade de armadores de Burela.

Sem comentários: