16/12/2008

ILIBADO!...

O Campeão Nacional de estrada, na versão de fundo, João Cabreira, ganhou o braço-de-ferro com a FPC. Na verdade, e não fora a cega "cruzada" por parte da FPC, mesmo que para isso tivesse que atropelar os seus próprios Regulamentos, era insustentável a acusação em relação ao João. Só quem acha que quem quer, pode e manda poderia ter penalizado o corredor quando, e segundo os próprios regulamentos da FPC, não havia por onde lhe pegar. Não são os corredores, muito menos os jornalistas imparciais quem vem debitar leituras do regulamento. Um corredor tem 24 horas para se sujeitar a um controlo inopinado se, por acaso, falhar o primeiro. NINGUÉM, frisou isto. Sabiam-no, mas adulteraram a informação. Ora acontece que, funcionando esta regra, DE FACTO o João Cabreira não podia - porque tudo indicava que estava na posse da razão - ter sido acusado. O João Cabreira foi ilibado de uma acusação que se revelou frágil, sem pernas para andar....Esperam-se desculpas públicas. Ao mesmo tempo, o castigo de um ano ao Pedro Cardoso foi reduzido a seis meses!... Tudo bem, mas quem é que os vais ressarcir do mal que lhes foi feito? Pela FPC...Vamos deixar que saia impune destas decisões que foram revogadas?
in Veloluso

1 comentário:

Pinhel, Nós por cá... disse...

Caro Bicho:
É trivial, mas é sincero:
Festas felizes.

Saudações Pinhelenses**