14/09/2009

CDU NÃO CUMPRIU LEI DA PARIDADE


INSERTO NO POVOA SEMANARIO ON LINE




"A Comissão Nacional de Eleições – CNE – anunciou, na sua página na internet, que quatro das listas da CDU candidatas aos órgãos autárquicos da Póvoa de Varzim não respeitam a Lei da Paridade.
A legislação prevê que em cada três candidatos, um seja mulher e não permite que estejam três elementos do mesmo sexo em posições consecutivas. Apesar de cumprir o primeiro requisito, as listas da CDU à Câmara e Assembleia Municipais e Juntas de Freguesia de Laúndos e Póvoa de Varzim, não respeitam o intervalo definido pela Lei.
Um lapso que vale uma diminuição de 20 por cento nas transferências do Estado para a campanha eleitoral.
Jorge Machado, líder da Comissão Política do PCP/ Póvoa de Varzim e cabeça de lista à Câmara Municipal pela CDU, sublinhou que as listas tinham “a percentagem adequada de mulheres” e que “o problema se prendeu apenas com a ordenação”. Esta questão não se trata de “nenhum desrespeito em relação às mulheres, antes pelo contrário, pois contamos com candidatas em lugares de grande destaque, caso de Ruth Rodrigues, segunda na lista à Câmara”.
O deputado comunista lembrou a oposição do partido a esta legislação que “tem um conjunto de burocracias que são injustas” e ressalvou que, por essa razão, “a CDU votou contra ela na Assembleia da República”. "




As declarações de Jorge Machado apesar da CDU cumprir com os 33,3 % de mulheres, soam a vazio...não é por terem votado contra, que se lhes permite alterar o que a lei determina.

2 comentários:

Anónimo disse...

a lei da paridade é uma treta....

focode disse...

estamos de acordo...é o país que temos e os governantes que merecemos