23/09/2009

Juiz do "caso Casa Pia"...democraticamente asfixiado?


A notícia sobre o facto de terem entalado o Juiz Rui Teixeira - que ficou conhecido pelo seu envolvimento inicial no processo Casa Pia tem desenvolvimentos. O problema, nestas coisas, é que as histórias não são contadas na sua totalidade, mesmo com pequenos factos que aparentemente são "insignificantes". Assim sendo, eis algumas dúvidas que coloco - não li em lado nenhum... - mas que porventura alimentam a dúvida sobre se o Juíz Rui Teixeira estará ou não a ser democraticamente asfixiado:
- É ou não verdade que a membro do Conselho Superior da Magistratura, Dra. Alexandra Ludomila Ribeiro Fernandes Leitão, foi colega de curso na Faculdade de Direito de Lisboa (Clássica) da deputada do PS, Ana Catarina Mendes, que por acaso é casada com Paulo Pedroso, deputado socialista, candidato à Câmara Municipal de Almada, que foi envolvido no processo Casa Pia, tendo inclusivamente estado detido?
- Por acaso não terão sido as duas licenciadas em direito, Dra. Alexandra Ludomila Ribeiro Fernandes Leitão e Ana Catarina Mendes caloiras na "Clássica" no ano académico 1990/1991?
- Quando falamos desta membro do Conselho Superior da Magistratura, Dra. Alexandra Ludomila Ribeiro Fernandes Leitão, que votou contra a progressão na carreira do Juiz Rui Teixeira, estamos a falar da esposa do dr. João Miranda, filho do constitucionalista Jorge Miranda?
- E já agora, confirma-se que a membro do Conselho Superior da Magistratura, Dra. Alexandra Ludomila Ribeiro Fernandes Leitão, tenha sido assistente na Faculdade de Direito do Prof. Doutor Carlos Manuel Figueira Ferreira de Almeida, outro dos três socialistas que estão contra Rui Teixeira, pese o facto do docente universitário ter entretanto trocado a "Clássica" pela Universidade Nova?
Repito, não está em causa a competência das pessoas, matéria em relação à qual recuso sempre falar, porque acho que não temos o direito a esses juízos públicos, além de que não conheço nenhuma das pessoas em questão. Mas terão de ser esclarecidas estas dúvidas perante a vergonhosa patifaria - porque é disso que se trata e é bom que se comece a chamar as coisas pelos seus nomes - que estão a fazer ao juiz só por causa do "caso casa Pia": se alguém pegar no assunto e me der as respostas às minhas dúvidas, talvez possamos encontrar a linha que nos leva a uma única conclusão: a de que, obviamente, o juiz Rui Teixeira está a ser democraticamente asfixiado! Recordo um comentário ontem aqui publicado sobre o assunto bem como a história no Correio da Manhã.

Inserto no Blog ultraperiferias

1 comentário:

RENATOGOMESPEREIRA disse...

Bom " o bicho um dia vai comer toda a gente " ..mas não será o bicho deste blog oportunista...e a resposta ao dilema apresntado pelo blogguer está nas suas próprias palavras:
"Repito, não está em causa a competência das pessoas, matéria em relação à qual recuso sempre falar, porque acho que não temos o direito a esses juízos públicos, além de que não conheço nenhuma das pessoas em questão."
.....O momento eleitoral é o menos propicio para exames sérios e profundos como o deste caso precisa......
mias umavez alerto que existe em Portugal " Asfixia Judicial" ...e o pacto de justiça entre Ps e psd não ajudou em nada...Devolvam aos Tribunais o que é dos tribunais e aos jornais o que é dos jornais...
agora pretender resolver nos jornais o que é dos tribunais só pode dar esta embrulhada, com carreiras de juizes, politicos, apresentadores, jornalistas, e outros cidadãos, em compasso de espera... Por fabor não violem mais os respectivos 2segredos profissionais e de justiça...